sexta-feira, 24 de abril de 2009

Ele a quer mais do que qualquer outra coisa no mundo.
Com suas manias peculiares e gostos estranhos. A quer com a mania de computadores e livros. Com o jeito que ela sorri quando ele finge entender algo que ela diz e o jeito que ela cora quando elogiam sua inteligência.
Ele a quer com a fixação por coisas sobrenaturais. Com uma paixão por RPG de vampiros que ele também gosta, mas nem tanto quanto ela. Com o jeito bobo de chorar em finais felizes de filmes e novelas e com os ataques repentinos, onde ela pega papel e caneta e escreve um poema do nada.
Com a mania de ficar murmurando músicas em japonês que ele não entende o significado. Com a paixonite platônica pelo vampiro EDWARD CULLEN, que na opinião dele não tem nada de vampiro, porque o conceito é distorcido. Com o costume de dizer que ele faz drama vendo futebol, quando ela mesma pula do sofá pra gritar com o árbitro na TV quando é o PALMEIRAS dela que está jogando.
Com a mania que ela tem de não admitir que é bonita, quando ele a via como a coisa mais linda do mundo. Com os ataques histéricos quando ela vê cada show do MIYAVI pela milésima vez e chora como se fosse a primeira. A quer com o costume de não largar o celular pra nada e de fazer as caras e bocas que só ela sabe fazer.
A quer dizendo ‘NYA’ sem ele entender porque ela diz isso o tempo todo, ou o chamando de ‘BAKA’, a única palavra em japonês que ele tem certeza do significado. A quer com a mania de bagunçar o próprio cabelo pra rir de si mesma e a fixação que ela tem em comprar o MORUMBI e INTERLAGOS todas as vezes que ela joga BANCO IMOBILIÁRIO. A quer quando ela está irritada, porque ela fica ainda mais linda na opinião dele. Com aquela cara de boba que ela faz quando come chocolate e com o fato dela ser fã de uma personagem que ela mesma criou.
A quer com a mania de gritar ‘A SHANE É O MÁXIMO’ todas as vezes assiste THE L WORD.
A quer mesmo ela dando gritos agudos que fazem o ouvido doer, pulando na chuva como criança toda sorridente e inventando jogos bobos em horas de tédio. A quer fingindo saber cantar uma música, quando ela só repete a última palavra da frase e quando ela fica sem querer comer porque acha que está gorda, quando ele acha que ela é linda de todo o jeito.
Ele a quer. De todas as formas. Com tudo o que ela tem e não tem.
E ela não entende o porquê.
Ela ainda tenta entender.

5 comentários:

Roberta Albano disse...

AHHHHHH
QUe fofoooooooooooo!!!!
"Ela" parece ser uma pessoa ótima, viu?!
mas é isso ae, o amor a gente nao consegue explicar, só descrever, como você faz tão bem! ^^

mille. disse...

AHHHHH MUDOU UM POUKINHO O ESTILO DO TEXTO...
MAIS FICOU OTIMOOO VIU :d
:*

Erison Moura disse...

:P
n perde tempo tentando entender o que não dá pra explicar... apenas aproveite :D

Saori/Lulu disse...

O fofo!!
Não queria entender, só aproveite ao máximo o carinho que ELE sente por ELA ^^

Um abraço!!

rui disse...

Amanda....olhe ele e ser muito fixe... pelo menos demonstra que faz tudo para que ela se senta feliz....que mais se pode desejar
isso é amor..amizade..carinho

gostei dele......serio aproveite,näo se encontra muitas pessoas assim.........

Amanda obrigada pelo seu comentário
queria lhe dizer que o seu perfume
tambem é bom .... tem amizade
te deixo um beijo......
Rui