sábado, 5 de dezembro de 2009

Inércia.

É complicado não ter o que escrever.
Ter que pegar papel e caneta todas as noites e rabiscar palavras desconexas nas folhas em branco.
Eu poderia culpar a falta de tempo, a falta de senso, a falta de frases, a falta do que falar.
Mas a culpa é da inércia.
Dessa maldita falta de sentimento que resulta em textos não terminados por falta de inspiração. E não falo sobre a falta de amor. Não apenas ele. Também a falta de ódio, raiva, rancor, amizade, compaixão, carinho, solidariedade... A falta de tudo.
Escrever palavras soltas, sem versos, sem sintonia, sem harmonia, é como fazer uma roupa sem costura. É necessária uma linha que una as palavras entre si... Essa linha é feita de sentimentos.
Por isso minhas palavras parecem crianças acuadas perdidas em um labirinto. Elas não sabem para onde ir ou o que fazer. Mantém um vai e vem constante que não resulta em nada... Como esse texto.
Essas palavras aleatórias que não falam sobre nada. Justamente por não ter sobre o que falar.
Agora eu já posso encarar a folha em branco com o lápis na mão e a cabeça vazia.
Talvez eu deva beber um pouco, relembrar alguns fantasmas do passado ou encarnar um personagem melodramático de algum filme ou novela pra ver se a inspiração vem.
Ou posso jogar o caderno do lado, ir dormir e admitir que a fonte secou.
Sem ter o que sentir... Não posso escrever.

4 comentários:

mille. disse...

1ª de tudo, ameeeeeeeeeei o novo 'visu' do blog e sua fotooo! que bacana
2ª já passei por isso, sempre as mesmas coisas e num consegui escrever sobre nada, ai também as vezes tem tanto pra escrever que não conseguimos também... CRISES DE PSEUDOSPOETAS :D

Saori disse...

“Sem ter o que sentir... Não posso escrever.”
E, o que foi isso que li? 8DDDD

Como sempre, lindo texto!!

Bjs!!

PS: Gostei da nova foto e do novo estilo de cores do blog!

rui disse...

Em primeiro lugar....Amanda está de parabens essa sua frescura Primavril.que colocou no cimo do seu blog.....

Compreendo que sem ter que sentir..é será sempre dificil escrever... O sentimento das palavras têm que estar sintonisadas com o coracao...

Te desejo um bom domingo.......
fique bem .....
Rui

Arlequim disse...

Ah, sentir realmente é um problema.
A falta de sentir então, nem se fala.
As folhas me assustam, não consigo escrever em folhas de papel.rs Eu acabo dormindo, cansada, de saco cheio.
A fonte nunca seca, querida.
A gente desaprende, mas amanhã a gente descobre outro meio de aprender. rs
ótimo texto.
beijo beijo