domingo, 17 de janeiro de 2010

'Eu gosto de você, e gosto de ficar com você...' ♫

E eu nem sei porque as palavras somem quando eu tento falar sobre você.
Não sei porque elas se transformam em borboletas e voam suavemente pra longe do meu alcance e eu me pego perdida e sem saber o que dizer.
Não que seja difícil explicar o que estou sentindo, pelo contrário, é fácil. Mas não sei porque parece que tudo entala e fica preso quando é sobre a gente.
Eu gosto de estar com você, do seu cheiro, do seu gosto, do seu rosto. Gosto do modo como você sorri, do modo como você me olha, e de ver meu reflexo nos seus olhos e ter a certeza de que eu sou o seu foco.
Gosto das coisas que você diz, e gosto quando canta baixinho pra mim. Gosto de segurar sua mão durante o filme, de sentir teu abraço e das caras e bocas que você faz quando a gente se olha.
Gosto do seu 'nada não' depois que eu pergunto porque você está sorrindo. Gosto da sua sinceridade, do seu afeto, do seu carisma.
Gosto da forma como você diz que talvez, quem sabe, não sei, então é.
Gosto quando você brinca comigo e com meu ciúmes. Quando me provoca e me faz virar a cara pra depois sorrir e me beijar até eu não ter mais raiva.
Gosto do jeito como você me segura pela cintura ou quando mexe no meu cabelo. Gosto quando você aperta meu nariz só porque você gosta de apertar.
Gosto de gostar de você e ver você gostar de mim.
E assim a gente segue. Deixando as palavras voarem livres desde que os sentimentos continuem em nós.



Te amo! (♥)

2 comentários:

•) Stephanie disse...

Amar é ter borboletas no estômago, muito maiores do que quando se está apaixonado(a). xD

gleysa de lima silva disse...

que lindo