terça-feira, 27 de outubro de 2009



Ele chorava por ela. Desesperadamente.
E eu sofria. Silenciosamente.
Não queria vê-lo daquela forma, mas o que eu poderia fazer?
Ele a amava. Infinitamente.
Eu o amava. Indubitavelmente.
Mas ele olhava apenas e exclusivamente pra ela.
E eu os via juntos. Sorridentes. Vívidos. Vivos.
Agora não mais.
Ela já não sorria, já não era vívida, já não era viva.
E ele chorava sobre o corpo dela. E eu o observava.
Ele gritava de dor e sofrimento. E em minha face, lágrimas escorriam refletindo o desespero daquele coração apaixonado. Eu nada poderia fazer, nada poderia dizer. Nada que acalentasse aquele que eu tanto prezava. Nada pra fazer doer menos.
Nem mesmo com ela estática, gélida e pálida, eu poderia ser comparada a ela. Nem mesmo com ela ausente, eu poderia ter alguma chance. Não sabendo que ele a amava daquela forma.
Mas ela continuava linda. Mesmo assim. Mesmo morta. Isso me fez lembrar que ele gostava de literatura e assim eu saí deixando-o sozinho para despedir-se.

~*~

Alguns dias depois ele fora encontrado morto. Suicidio.
Estava com cortes por todo o corpo. Nu. Braços e pernas abertas. E uma grande poça de sangue. Isso me fez lembrar que ela gostava de pinturas.
E cá agora, estou eu fazendo o mesmo que ele fizera com ela. Chorando sobre o seu corpo. Mas mesmo assim, eu não posso ter o mesmo fim que ele. Nem morrer eu posso. Não há espaço pra mim nessa história. Já há um Romeu pra uma Julieta e uma Julieta pra um Romeu.
E mais uma vez ela o tirou de mim. E mais uma vez eu choro sozinha.
Ela linda como a Monalisa.
Ele morto como o Homem Vitruviano.
Eles eternamente juntos como Romeu e Julieta.
As gotas de chuva se misturaram com minhas gotas de lágrimas.
Talvez um dia eu conte essa história... De como o céu chorava no final daquela história que misturava Shakespeare e DaVinci.

~*~

Duas obras mortas como seus criadores.

3 comentários:

Arlequim disse...

Forte. Tenso.

Danielle Cristina disse...

Nossa, muito fooorte, foi você que escreveu?
será que nessa história ainda cabe um final feliz pra ela?!

Guébi-Chan disse...

*--* nossa...foi mesma vc q escreveu?