domingo, 15 de fevereiro de 2009


Senta ao meu lado
E me deixa deitar a cabeça em teu ombro
Não precisa dizer nada
Deixe o silêncio falar por si só
Senta ao meu lado
E me deixa sonhar um pouco em tua presença
Eu vou manter meus olhos fechados
E fazer minha prece para que o tempo pare
Senta ao meu lado
E me deixa sentir o seu perfume suave
O cheiro inebriante que eu já conheço bem
E manter o contato de nossos corpos nesse breve instante
Senta ao meu lado
E me deixa falar baixinho tudo o que eu sinto
Deixa-me ter a lua como testemunha
Desse meu ato de louca coragem
Senta ao meu lado
Não precisa enxugar minhas lágrimas
Deixa que elas molhem sua camisa branca
Logo elas secarão esperando pela ilusória eternidade desse momento só nosso
Apenas senta ao meu lado...

4 comentários:

Roberta Albano disse...

pq as vezes, tudo que a gente precisa é companhia =)

Saori/Lulu disse...

Muito lindo!! Como sempre seus poemas são lindos!
Discordo pela metade da Roberta. Pq acredito que ficar sozinha tb seja bom, claro que um ombro amigo sempre é maravilhoso, pois vc pode receber o carinho que vc esta precisando com gestos simples. Então, 50% - 50%!

Bye o/

Arlequim disse...

Tá, eu sento. :D
Roberta disse tudo.
pq as vezes, tudo que a gente precisa é companhia =)[2]

Ah, fiquei toda boba com seu comentário no meu blog. *-*
Chora mesmo? Admira mesmo? mesmo mesmo?
huiahauiahaiuhaiuhaiuah
Ahhh *-*
Que bonito.
Ahan, eu sou boba assim sempre! ahaha

Beijo, Mands. :D

rui disse...

muito lindo.....este seu trabalho
quem le embala nele..gostei de mais do que aqui li.......
fique bem ..parabens Amanda:
um beijinho
Rui