domingo, 17 de outubro de 2010

Depois de um longo tempo sem escrever, eu voltei.
Não porque antes não tinha o que escrever, mas sim, porque eu não estava sabendo colocar as palavras pra fora, em linhas, versos ou pensamentos perdidos.
Mas hoje, uma coisa boba em um seriado que eu estava vendo fez lembrar de nós. E me fez pensar em escrever.
Ontem eu lembrei de você, antes de ontem eu também havia lembrado. E assim vem vindo esse pensamento a um ano. E antes eu tinha medo de admitir pra mim mesma, que todos os que cruzaram o meu caminho não foram realmente significantes. Não menosprezando ninguém, mas são verdadeiras as palavras que dizem 'ninguém se compara a você'.
Hoje, há pouco, novamente pensei em você. Numa epifania entre um momento com amigos, coisas que eles disseram me fizeram novamente ter certeza de que ninguém é como você.
Hoje, eu entendo porque ninguém me faz amar como eu te amei, como eu te amo.
Porque ninguém tem o que você tem. Ninguém me compreende como você, ou me aceita como você. Ninguém tem olhos apenas pra mim como você. E ninguém fala comigo e me olha nos olhos como você. Ninguém me ama ou pensa em mim como você. Ninguém me beija, me toca ou faz meu coração disparar como você.
E a cada dia eu sinto isso mais intensamente em mim.
Por mais que eu não possa, por mais que eu não deva, eu sinto. E quero.
Te quero mais que tudo no mundo, desistiria de tudo por você e apenas por você.
Não consigo mais negar pra mim ou para o mundo que eu te amo de uma forma que chega a doer. Que é você que vai embalar cada sonho meu pro resto da minha vida, que não importa o que aconteça você vai ser sempre o meu primeiro e o meu único.
Eu te amo, demais.
E amanhã eu vou te dizer isso. Tudo isso.
Olhando nos seus olhos. Daquele jeito só nosso.

2 comentários:

Roben disse...

Só o amor importa realmente nesse mundo maluco!
Por mais acabe sofrendo por isso, você pode sentir o mais puro sentimento de felicidade que você só consegue sentir, ao lado daquela pessoa que te completa!

. Teph . disse...

Que linda declaração de amor