terça-feira, 10 de novembro de 2009

It's over

Ela morreu.
Finalmente depois de prendê-la, castigá-la e sufocá-la, ela morreu.
Morreu aqui dentro de mim, com a voz presa na garganta e lágrimas presas na alma. Morreu diante de mim, e eu nada fiz para ajudar. Na verdade eu queria que ela morresse.
E você ajudou.
Foi você que segurou minha mão para que prendessemos a respiração dela até ela ficar roxa e perder o brilho no olhar.
Foi você que escondeu a chave do cadeado e impediu que eu abrisse a porta pra ela sair, mas a culpa foi minha também.
Eu queria que ela morresse.
Queria que ela parasse de gritar seu nome durante todo o tempo, queria que ela parasse de encher minha mente com lembranças bonitas sobre o tempo que passamos juntos, queria que ela parasse de trazer a tona o teu cheiro, o teu gosto, a tua voz. Então eu não procurei pela chave e não lutei quando a sua mão segurou a minha para juntos a sufocarmos.
E ela morreu.
Perdeu-se aqui dentro igual o grito dela perdia-se no vazio sem se propagar pra fora daquelas paredes acolchoadas.
Agora que ela morreu, eu posso viver em paz.
Já posso esquecer seu nome, sua face, tudo sobre você.
Já posso dar as costas, ir embora e seguir em frente. Antes eu estaria chorando a morte dela, estaria gritando desesperada e implorando para que fosse apenas mais um desmaio. Mas agora não. Eu nem mesmo vou enterrá-la, vou deixá-la apodrecer, ao invés de cobrí-la com terra, vou cobrir seu corpo com as memórias dolorosas que tenho de você.
Vou usar tudo de sujo que já tivemos, todas as lágrimas que já chorei por você, toda a dor que você já me causou... Vou usar tudo isso para que ela apodreça mais rápido e não posso voltar.
Obrigada por me ajudar a matá-la.
Ela morreu.
Definitivamente.
E graças e isso eu posso trancar a porta pra você e não abrir nunca mais.

4 comentários:

Danielle Cristina disse...

não há nada melhor do que nascer de novo ! e Melhor do que morrer é matar o sentimento dentro de nós e enterrá-lo, acredite em mim !
beijão querida!

HomeSiick disse...

terminar tudo, e começar de novo...isso me lembra uma musica do tokio hotel -q UAHSHAUAS ok, a musica me emociona, fato ;-;
lindo texto, quem sabe um dia, assim como voce, eu poderei matar alguem dentro de mim, pra poder continuar a viver..

Karol Melo disse...

recomeçar é algo para poucos. :D
-
Aquela música é de uma ex integrante do RBD, a Anahi. Particulamente to preferindo a carreira dela solo :D

Arlequim disse...

Acho que uma hora ou outra ela ia morrer do mesmo jeito.
Beijão!