quinta-feira, 7 de abril de 2011

Sleep Alone

Quando a gente está só, quando a gente termina só, é porque era pra ser.
Por mais que eu revire as caixas, busque memórias e releia mensagens, eu sei que nada vai voltar a ser como era antes. E eu nem sei mais se quero.
Às vezes tenho vontade de jogar tudo pro alto e esquecer isso de amor. É uma coisa complicada demais de se pensar, e difícil demais de se sentir.
Acho que temos em nós essa necessidade de companheirismo, mas isso não implica dizer que não sejamos capazes de viver sozinhos. Podemos sim, só não queremos.
Eu posso sair todas as noites, paquerar inúmeras pessoas, tomar todos os drinks, talvez trocar alguns beijos, mas sei que no final de noite eu vou dormir sozinha.
Porque essa é a sina na verdade.
A verdade é que nada nos completa 100% e que não importa o momento, uma hora estaremos só. Nem que seja na hora da nossa morte.
Viemos sozinhos ao mundo e sozinhos sairemos dele. É o destino, e não adianta lutar contra isso.
Então apenas me adaptei a ideia de que posso viver só, porque é assim que é pra ser.
Não sirvo pra isso de amor, é um vestido grande demais que me cobre por completa e não me deixa respirar direito.
E ele não tem do meu número.
Talvez sirva pra algumas pessoas, mas não pra mim. Já me conformei e não é algo pra se ter pena. É apenas a realidade.
Agora eu posso notar a luz das estrelas que entram pela fresta da janela em meio à noite e virar para qualquer lado da cama. Sem me preocupar em esbarrar em alguém.
Sou espaçosa e tenho a cama, o quarto, a casa toda pra mim.
Vou fechar meus olhos, me enrolar no lençol e dormir sozinha mais uma vez.

3 comentários:

André Walker disse...

We are often in search for love, like a person with nacked feet that's in search for a shoe, but when you find it it seems like a pretty big shoe that doensn't fit in our feet

Vanessa Souza Moraes disse...

o amor não esquece da gente, creio.

Akuma disse...

nós somos a soma de nossa solidão. você crê nisso? de fato, dobramos sobre nós mesmos e esquecemos que vez ou outra é bom ter alguém para suportar nossos defeitos! gostei do seu blog. tem um cheiro bom!